Prefeita de Capoeiras, Neide Reino, além de organizada cumpre a Lei - CLÁUDIO ANDRÉ O POETA

Publicidade

test banner

Ultimas!

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

Prefeita de Capoeiras, Neide Reino, além de organizada cumpre a Lei

Organização, Planejamento e Disposição são fatores essenciais para se alcançar  sucesso na execução de uma tarefa para a qual qualquer pessoa  se propõe, como por exemplo, tocar e fazer um bom trabalho numa prefeitura. É necessária muita paciência, otimismo, esforço e principalmente organização. Sem esta palavrinha em uma administração pública não se faz nada nem  vai e nem chega  a lugar nenhum. Organização é o princípio de tudo, mantê-la significa competência. Tudo na vida requer organização, planejamento e trabalho e estes três atributos a prefeita de Capoeiras tem de sobra.

Mais uma vez o município de Capoeiras é destaque perante os órgãos públicos estaduais. A prefeita Neide Reino, conseguiu, com muito esforço, naturalmente,  elevar a sua adequada administração ao mais alto patamar na esfera do Tribunal de Contas do Estado(TCE). CAPOEIRAS, HOJE,  É POSSUIDORA DA FOLHA DE PAGAMENTO MAIS ENXUTA DE TODO O ESTADO DE PERNAMBUCO. Superando em muito os municípios de Garanhuns, Caruaru e Recife. As  Despesas Total com Pessoal acima ou próximas do limite estabelecido pela Lei de Responsabilidade Fiscal, atinge a marca espetacular de 43% de comprometimento da folha com o funcionalismo que a lei permite que chegue até 54%, mas Capoeiras atingiu a meta e está dando   11 pontos percentuais de usura. Quer dizer, dinheiro sobrando, obras à vista, mais investimento para o município.

Pois bem!!! Conforme o estudo feito pela Coordenadoria de Controle Externo do TCE, 105 prefeituras (57%) extrapolaram o percentual determinado pela LRF, que é de 54% da Receita Corrente Líquida. Cinquenta e um municípios (28%) têm a despesa com pessoal entre o limite alerta e o limite máximo (faixa entre 48,60% e  54% da Receita Corrente Líquida). Por fim, apenas 27 cidades (15%) conseguiram se estabelecer abaixo do limite alerta. CAPOEIRAS ATINGIU O TOPO DO PRIMEIRO LUGAR DOS 186 MUNICÍPIOS DO ESTADO. Isto é o que se pode chamar de senso de responsabilidade com a coisa pública, além do planejamento,  trabalho e de  algo indispensável para o sucesso de qualquer projeto: ORGANIZAÇÃO...

Enquanto a situação financeira dos municípios pernambucanos virou um caos total, donde, 85% dos prefeitos  estão com ar de louco para cumprir a Receita Corrente Líquida. Enquanto isso,  em Capoeiras,  a prefeita está rindo à toa: cumpre rigorosamente o que diz a Lei de Responsabilidade fiscal. Como  é do conhecimento dos poderes judiciários, legislativos e executivos,  a LRF introduziu novas responsabilidades para o administrador público como limite de gastos com pessoal, proibição de criar despesas de duração continuada sem uma fonte segura de receitas, entre outros. A Lei introduziu a restrição orçamentária na legislação brasileira e criou a disciplina fiscal. Prefeito que não cumprir é, primeiramente, advertido, e logo após, punido severamente (A própria Dilma vai perder o mandato por ser uma executiva relapsa). Em Capoeiras, a prefeita Neide Reino, não sofre desse mal que contaminou mais de 80% dos prefeitos dos municípios pernambucanos...

A ESCALA É DE 48 A 54% DE COMPROMETIMENTO DA FOLHA. VEJAM COMO ANDA ESSES 10 MUNICÍPIOS DO AGRESTE MERIDIONAL (CAPOEIRAS TEM A FOLHA MAIS ENXUTA DE TODO O ESTADO):

--CAPOEIRAS  43%
--Angelim 49%
--Garanhuns 49%
--Caetés 54%
--Águas Belas 56%
--São João 57%
--Bom Conselho  63%
--Brejão 66%
--Correntes  66%
--Terezinha  70%
Por Altamir Pinheiro

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE