CAMINHÃO DA RIACHUELO CAPOTA NA SERRA DAS PIAS. CARGA FOI SAQUEADA POR MORADORES DA REGIÃO - CLÁUDIO ANDRÉ - O POETA

Publicidade

test banner

Ultimas!

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

domingo, 17 de julho de 2016

CAMINHÃO DA RIACHUELO CAPOTA NA SERRA DAS PIAS. CARGA FOI SAQUEADA POR MORADORES DA REGIÃO

Um dos caminhões da empresa Riachuelo que seguia com carga de roupa da referida marca, pela AL-115 (Serra das Pias), teve problemas no sistema de freios e veio a cair numa ribanceira de mais de 20 metros de altura. O motorista do caminhão, Cássio (camiseta cinza, primeiro da frente), conseguiu sair com vida. Conseguiu pular do veículo em movimento.
A carga avaliada em aproximadamente R$ 100 mil reais foi saqueada por moradores que residem nas proximidades da Serra das Pias. Curiosos que passavam no local do acidente também levaram mercadorias do caminhão da empresa Riachuelo. Além de roupas, tinha da mesma marca, relógios, material de cama, mesa e banho. Quando a Polícia Militar foi chegar ao local, metade da carga já tinha sido saqueada.
O caminhão "toco" que transportava roupa da Riachuelo tinha saído de Natal, capital do Rio Grande do Norte, na manhã desse sábado, 16/07 com destino a Salvador, mas, devido a problemas mecânicos, o motorista identificado pelo nome de Cássio, 50 anos, conseguiu pular há tempo e não se feriu. No mesmo local, já virou um caminhão carregado de estrume, outro, com carga de lã. É o terceiro acidente em menos de 01 ano.
Esse caminhão que você ver na foto acima, é da mesma empresa, seguia atrás do que virou na Serra das Pias. A reportagem do Blog do Poeta conversou com o motorista desse caminhão que explicou o seguinte:

"Eu e o Cássio, saímos de Natal, ontem, sábado, com destino a Salvador e quando estávamos descendo a Serra das Pias, já na última parte, vi sair muita fumaça das rodas do caminhão que ia na minha frente, logo, percebi que o colega Cássio pulou, em seguida vi o veículo capotar nessa ribanceira.

Tanto o meu caminhão como o outro, seguiam em velocidade baixíssima, até por que a serra é muito alta. Por sorte, meu colega não sofreu nada, apenas danos materiais, parte da carga saqueada, mas, tudo está no seguro, estamos com vida graças a Deus, finalizou o outro motorista da empresa
".

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE