Capoeiras em 2016 esta entre os mais bem avaliados pelo TCE - CLÁUDIO ANDRÉ O POETA

Publicidade

test banner

Ultimas!

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

Capoeiras em 2016 esta entre os mais bem avaliados pelo TCE


O Tribunal de Contas de Pernambuco – TCE, na quarta-feira, 21/12/2016, divulgou o Índice de Transparência dos Municípios de Pernambuco. Melhorando bastante o seu Índice de Transparência, o município de Capoeiras deu um salto no ranking, e aparece na 33ª posição entre as 184 prefeituras pernambucanas avaliadas; obtendo 578,5 pontos, sendo considerado “Índice Moderado”. A melhora no Índice de Transparência é o reflexo do modo competente de governar da prefeita Neide Reino (PSB).

Comparando o índice de Transparência de Capoeiras com outros municípios de Pernambuco, o primeiro no ranking é Recife com 800,5 pontos, e em último aparecem, Araçoiaba, Camaragibe, Pedra e Tracunhaém, todos com ‘0”, pontos. No Agreste Meridional, Jucati com 670,5 pontos, e Bom Conselho 628 pontos são os municípios melhores avaliados, ocupando a 4ª e 12ª posições respectivamente; Garanhuns aparece na 23ª posição com 596 pontos, e Caetés com 583 pontos na 30ª posição.

No ano de 2015, devido a não comunicação ao TCE por parte da prefeitura de Capoeiras, informando o endereço do seu portal na internet, o município apareceu na lista entre os piores avaliados, considerado "critico"; em 2016, desfeito o mal entendido, Capoeiras aparece entre os municípios melhores avaliados quanto à transparência.

O estudo foi feito a partir de um diagnóstico dos portais da transparência das prefeituras, entre os meses de julho e setembro deste ano. Para cada portal avaliado foi calculado o ITMpe - Índice de Transparência dos Municípios de Pernambuco, que pode variar entre zero e 1.000 pontos. De acordo com o valor obtido, os portais foram classificados em cinco níveis de transparência, Desejado, Moderado, Insuficiente, Crítico e Inexistente.

Segundo o levantamento, 30% das prefeituras ampliaram o seu nível de transparência, 61% permaneceram na mesma situação de 2015 e 9% apresentaram uma diminuição na pontuação do índice, de acordo com a metodologia adotada pelo TCE.
por Raimundo Lourenço

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE