CAMINHÃO CARREGADO DE BAGAÇO DE CANA CAPOTA AO CAIR EM RIBANCEIRA DEIXA UM FERIDO GRAVEMENTE - CLÁUDIO ANDRÉ O POETA

Publicidade

test banner

Ultimas!

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

quarta-feira, 5 de abril de 2017

CAMINHÃO CARREGADO DE BAGAÇO DE CANA CAPOTA AO CAIR EM RIBANCEIRA DEIXA UM FERIDO GRAVEMENTE

Um caminhão Mercedes-Benz que transportava bagaço de cana que seguia destino a uma fazenda nas proximidades do Distrito de Caldeirões dos Guedes, quando estava subindo uma ladeira, perdeu força, o motor desligou e ficou sem freios, dai desceu de marcha de ré uma ribanceira, vindo a capotar uma vez.
O senhor José Pedro da Silva, 64 anos, morador da Rua Otávio Correia (pai da professora Jakeline Nascimento), saiu ileso do acidente. Ele era o motorista do caminhão e por isso foi o primeiro a conseguir sair do veículo. Essa vítima contou que foi um milagre, pois, se não fosse uma árvore o caminhão teria capotado várias vezes e a tragédia poderia ter sido maior.
Diante da dificuldade de resgatar o jovem Artur, ajudante de caminhão, que ficou preso às ferragens, duas máquinas foram utilizadas para facilitar o trabalho do Corpo de Bombeiros.
Artur Marques, ajudante do caminhão, que transportava 12 mil quilos de bagaço de cana, ficou com uma perna presa na lataria da cabine do veículo.  O Corpo de Bombeiros teve muito trabalho para conseguir cortar a lataria e desprender a perna do jovem Caminhoneiro.
O Blog do Poeta acompanhou a retirada do ajudante pelo Corpo de Bombeiros que em seguida foi  levado para o Hospital Monsenhor Alfredo Dâmaso, pois sofreu uma fratura na altura do tornozelo. O caminhão desceu de ré aproximadamente uns 15 metros de altura até capotar.

Na foto acima, você pode observar que um dos pés do ajudante do caminhão ficou preso às ferragens, onde ficou um pequeno espaço que serviu de cápsula de sobrevivência para caminhoneiro.
O Mercedes-Benz 1113, ano 1979, de cor azul com placas KGL-2097, tinha saído ontem da cidade de União dos Palmares/AL, carregado de bagaço de caça,  ao chegar à noite, o caminhão foi encostado em em frente à residência do motorista, mas, somente hoje pela manhã o caminhão seguiu viagem com destino a uma fazenda em Caldeirões, para entregar a carga, mas, ao passar pela Rua do Caborge, andou pouco mais de 300 metros, quando estava subindo uma ladeira, foi quando houve o acidente. Por muita sorte, os ocupantes saíram com vida.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE