NOTA DA SECRETARIA ESTADUAL DE EDUCAÇÃO SOBRE A ESCOLA TÉCNICA DE BOM CONSELHO - CLÁUDIO ANDRÉ O POETA

Publicidade

test banner

Ultimas!

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

sexta-feira, 16 de junho de 2017

NOTA DA SECRETARIA ESTADUAL DE EDUCAÇÃO SOBRE A ESCOLA TÉCNICA DE BOM CONSELHO

NOTA - Secretaria de Educação do Estado

A Secretaria de Educação do Estado, que é responsável pela obra da Escola Técnica Estadual (ETE) de Bom Conselho, gostaria de prestar alguns esclarecimentos sobre o post “Escola Técnica de Bom Conselho, uma verdadeira incógnita”, publicado neste conceituado Blog do Poeta.

A informação que a obra da ETE de Bom Conselho ficaria pronta em dezembro é oriunda de fonte oficial, portanto, trata-se de informação séria. 

Ela foi repassada com base no processo licitatório, que tinha data definida para 09 de maio de 2017, e, a partir da retomada da obra, a estimativa é que ela seja finalizada em sete meses. Ou seja, o prazo foi estimado com absoluta seriedade e base técnica legal. 

Contudo, três dias anteriores à data prevista (09 de maio de 2017), foi realizado o adiamento da licitação para realização de ajustes de projeto de forma a atender diretrizes do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE).

Assim sendo, o lançamento será realizado ainda neste mês de junho e as obras devem ser retomadas até agosto, com nova previsão de conclusão para o início do ano de 2018.

A secretaria informa, ainda, que a Rede Estadual de Pernambuco conta, atualmente, com 37 ETE espalhadas pelo do Estado das quais 11 já tiveram suas obras concluídas durante o Governo Paulo Câmara. 

Elas estão localizadas em: Arcoverde, Belo Jardim, Buíque, Paudalho, Ibura/Jordão, Santa Cruz do Capibaribe, São Bento do Una, São José do Belmonte, São Lourenço da Mata, Caruaru e Cabo de Santo Agostinho. 

Outras 09 ETE estão em processo licitatório ou com obras em andamento. Elas estão localizadas em: Abreu e Lima, Bom Conselho, Igarassu, Cabrobó, Itaíba, Exú, Garanhuns, Olinda e Jaboatão dos Guararapes.

Portanto, é injusto dizer que o Governo deixou o município Bom Conselho “por último” e menos ainda por desprestígio político. É prudente considerar que uma Secretaria e, portanto, um governo, que toca mais de 60 obras atualmente somente em uma pasta (Educação), entre construção de quadras, de novas sedes de escolas, reformas e ampliações de unidades escolares já existentes, pode apresentar, eventualmente, algum percalço em prazo de execução diante de problemas com as construtoras. Isso não significa desprestígio ou falta de prioridade para um município ou outro. 
Mas que estamos tratando com zelo do nosso planejamento e que trabalhamos para resolver os problemas que aparecerem com a maior seriedade e brevidade possível. 
Pois não tratamos os investimentos em educação do Governo do Estado como um ajuste de projeto político, mas sim como estratégia para o desenvolvimento do Estado e para a oferta de uma educação de qualidade para os nossos estudantes. 
Esta visão foi o que levou Pernambuco à melhor educação pública do país, no ensino médio, segundo o Ministério da Educação (MEC/Inep). 
por Assessoria

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE