JOVEM SE ESCONDE DENTRO DE SOFÁ DA CASA DA MÃE PARA NÃO SER PRESO PELA POLÍCIA DE BOM CONSELHO - CLÁUDIO ANDRÉ O POETA

Publicidade

test banner

Ultimas!

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

segunda-feira, 17 de julho de 2017

JOVEM SE ESCONDE DENTRO DE SOFÁ DA CASA DA MÃE PARA NÃO SER PRESO PELA POLÍCIA DE BOM CONSELHO

A Polícia Civil de Bom Conselho, sob o comando do delegado Alex Almeida, cumpriu mandado de prisão em desfavor de Marcelino Pereira da Silva, 22 anos, morador do Bairro da Parmalat, acusado de latrocínio tentado (tentou matar para roubar) e tráfico de drogas. Numa operação conjunta entre Policia Civil e Militar, o acusado foi encontrado escondido dentro do sofá da sala da casa mãe, localizada na Travessa Boa Esperança, 72, Bairro da Parmalat.
Segundo informações policiais, ele teria tentado matar para roubar o senhor Adriano Justino da Paz, no último dia 28 de fevereiro do corrente ano, acompanhado de outros comparsas.

RELEMBRE O CASO

HOMEM É AGREDIDO COM FACÃO NO CENTRO DE BOM CONSELHO. OS ELEMENTOS QUERIAM CELULAR E DINHEIRO DA VÍTIMA

O agricultor Adriano Justino da Paz, residente próximo a cadeia pública de Bom Conselho, foi atacado por pelo menos cinco elementos armados de com falcões, no centro de da cidade. A confusão começou no CUSCUZ e se prolongou pela Avenida Nova. Conversando com a reportagem desse blog, a vítima do ataque mostrou o tamanho da facão que os meliantes estavam usando.
Ele contou a reportagem do Blog do Poeta que entre 09 horas e 10 horas da noite dessa última terça-feira, 28/02, ao passar pela Praça Santo Antônio (Praça do Cuscuz), foi atacado por cinco elementos, todos armados. Eles exigiram dele celular, dinheiro e relógio, mas, como ele não tinha nada disso, resolveram golpeá-lo com facões que mais pareciam espadas de São Jorge.
Adriano Justino recebeu golpes de facão nas costas, braços e região da cabeça. Para se livrar dos elementos, ele entrou em luta corporal, conseguiu tomar um porrete de um deles e partiu pra cima, inclusive, tomou um dos facões e reagiu. Os elementos se vendo acuados, deram no pé, prometendo se vingar dele nessa quarta-feira, 01 de março. 
Ele afirmou também que se não tivesse reagido e ao mesmo tempo corrido em direção a Avenida Tenente Raul de Holanda e tivesse a ajuda de outras pessoas, provavelmente tivesse morrido.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE