PE-218: UMA RODOVIA ESQUECIDA PELAS AUTORIDADES DO ESTADO DE PERNAMBUCO - CLÁUDIO ANDRÉ O POETA

Publicidade

test banner

Ultimas!

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

terça-feira, 16 de janeiro de 2018

PE-218: UMA RODOVIA ESQUECIDA PELAS AUTORIDADES DO ESTADO DE PERNAMBUCO

PE-218, trecho onde fica o Sítio Pedra de Fogo, zona rural de Terezinha, na divisa com município de Brejão
A rodovia estadual denominada de PE-218, que começa na divisa com o estado de Alagoas e se estende até o entrocamento da cidade de Correntes, onde da início a rodovia federal BR-424, é uma estrada muito milindrosa e constantemente acontece acidentes, deixando feridos e vítima fatais. 
Há locais que nessa rodovia não tem acostamento, o mato toma de conta da margem da estrada, encobrindo as poucas placas de sinalização existentes. A PE-218 é cheia de curvas sinuosas, exigindo dos motoristas habilidade ao volante e atenção redobrada. Infelizmente, o DER de Pernambuco ignora tudo isso, deixando a mercê da sorte, todos que por essa estrada trafega.
Nas últimas 24 horas, no trecho entre os municípios de Terezinha e Brejão, dois acidentes ocorreram, onde o primeiro, deixou como vítima fatal, o oficial de justiça do estado de Alagoas, que colidiu o carro na traseira de uma carreta, o outro, foi no final da tarde dessa terça-feira, 16/01, quando um caminhão boiadeiro tombou após o motorista perder o controle do veículo pesado em uma das curvas sinuosas da rodovia. O motorista morreu após ficar preso às ferragens e o gado preso ao gaiolão do truck boiadeiro.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE