OS PINÓQUIOS DA POLÍTICA JÁ COMEÇARAM A APARECER NA TERRA DE PAPACAÇA - CLÁUDIO ANDRÉ - O POETA

Publicidade

test banner

Ultimas!

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

segunda-feira, 9 de julho de 2018

OS PINÓQUIOS DA POLÍTICA JÁ COMEÇARAM A APARECER NA TERRA DE PAPACAÇA

A velha política do mais esperto, do arrumadinho, do promete e não cumpre,  permanece mais enraizada do que "gengiva de banguelo".  O vício do improviso e da tapeação permanece cravado na cara dos políticos cara de pau. Já começaram as visitas desse tipo de político. Já começara a bater na porta da sua casa. 
Veja em quem você vai votar, senão, as consequências serão por mais quatro anos.
Não vai ser preciso sair de casa e ir para tão longe vender o voto, eles vão bater à sua porta. Vão prometer o mundo e o fundo. Vão mentir e prometer até umas horas. Muitos, vários tem o profissionalismo de mandar seus "porta-recados", como "mulas de cabresto", para confirmar as mentiras e ter o voto garantido.
O voto sem autonomia sufoca e deixa o eleitor sem ação para nada. O certo, o melhor, é ter sua própria independência. Vai aparecer gente querendo e aproveitando da ocasião.
Os eleitores que não sabem escolher por si próprio, terminando engolindo todo tipo de "sugesta", todo tipo de mentira. Quanto mais é o eleitor é menos esclarecido, mais o político gosta, por que sabe que não se esforçará para obter os votos que quiser.
Esse o tipo de político mais perigoso do universo. Abraça, sorri facilmente, faz promessas, conta piada e até chora no seu ombro. Mas, ele só sabe fazer isso. Não confie, não faça planos. 
O mundo dos políticos é bem diferente dos seus eleitores. Infelizmente, em pleno século XXI, o feudalismo toma de conta do País de canto a canto.   
Político que acha que vai agradar todo mundo já começa a fugir de sua própria realidade e demonstra explicitamente que não tem compromisso e nem respeito por ninguém, portanto, não saia de casa para votar nos mesmos "cara de pau". Escolha novas cabeças-pensantes. Acredite na força da juventude.
Postar um comentário

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE