SANTUÁRIO DE SANTA QUITÉRIA DAS FREXEIRAS É A ROTA DA FÉ DOS ALAGOANOS EM TERRAS PERNAMBUCANAS - CLÁUDIO ANDRÉ - O POETA

Publicidade

test banner

Ultimas!

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

INSTITUTO PRÓ SABER - O LUGAR IDEAL PARA VOCÊ SE QUALIFICAR

INSTITUTO PRÓ SABER - O LUGAR IDEAL PARA VOCÊ SE QUALIFICAR

quarta-feira, 19 de setembro de 2018

SANTUÁRIO DE SANTA QUITÉRIA DAS FREXEIRAS É A ROTA DA FÉ DOS ALAGOANOS EM TERRAS PERNAMBUCANAS

Você conhece o santuário de Santa Quitéria de Frexeiras, localizado no município de São João, nas proximidades de Garanhuns?  Todas as semanas milhares de fies vão ao santuário prestar homenagens à Santa Quitéria. As homenagens são feitas com variedades incríveis de ex-votos (pedaços de corpos ou corpos inteiros esculpidos, geralmente, em madeira.

Segundo um dos herdeiros, onde tem um casarão que virou num santuário, sua família, originariamente “Corrêa da Rocha” (que atualmente é a família “Guilherme da Rocha”, devido a uma promessa feita a São Guilherme), quando veio de Portugal para cá, por volta do ano de 1695, tendo recebido um grande lote de terras em sesmarias na região, trouxe consigo a imagem da santa, e construiu a casa na qual hoje está localizado o santuário.
Conta-se que as terras onde está o santuário pertencem à família Guilherme da Rocha, há pelo menos 300 anos. Tendo sido vendida em partes ao longo do tempo para outras famílias, atualmente está em propriedade dos Guilherme da Rocha apenas uma parte desse grande lote inicial. 

“Tudo começou quando minha família veio de Portugal tomar posse de terras que foram concedidas pelo governo de Portugal em 1695, já trouxeram os escravos e quando chegaram aqui na região construíram a casa para morar e foram preparando a terra para a cultura de subsistência e quando eles vieram de Portugal trouxeram na bagagem a imagem de Santa Quitéria, essa imagem que está aqui de 44 cm e que era a imagem de devoção da família". 

Com as freqüentes novenas realizadas aqui na casa (a família era muito católica), os escravos começaram essa devoção à Santa Quitéria, os índios também, e os escravos foram espalhando para os escravos de outras propriedades e os donos de outras fazendas, que existia uma santa milagrosa e aí começou a peregrinação; e no final do século XVII, a casa, que foi para abrigar uma família, foi transformada nesse espaço para receber as constantes visitas que vinham montadas em lombo de burro, em carro de boi até a modernidade de hoje em que elas vêm de ônibus, de caminhões pau de arara, vem muita gente a pé.”
A maioria dos romeiros de Santa Quitéria das Frexeiras (nome de uma planta), são do estado de Alagoas.

Postar um comentário

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE